O início da Jornada

Em 24 de setembro de 2018, numa segunda-feira, iniciou-se a nossa jornada que deve terminar com 2 obras de audiovisual sobre a resistência Kaingang no sul do Brasil.

Rumamos de Porto Alegre à Terra Indígena da Serrinha, na divisa entre os municípios de Ronda Alta e Três Palmeiras, norte do Estado do Rio Grande do Sul.

Na sequência, mais postagens do andamento do projeto.

Um comentário sobre “O início da Jornada

  1. Meu nome é Nilton e estou no último semestre do Curso de Cinema e Audiovisual da Faculdade de Artes do Paraná. Escolhi a Questão Indígena no Estado do Paraná para tema do documentário que apresentarei como Trabalho de Conclusão do Curso (TCC). Gravei entrevistas de moradores da Terra Indígena Mangueirinha que conheceram o cacique Ângelo Kretã, morto ao defender os direitos do povo Kaingangue. Agora estou editando os vídeos para finalizar o documentário. Eu gostaria de conversar com pessoas do Projeto Resistência Kaingang sobre a possibilidade de fazermos uma parceria em outros projetos audiovisuais que divulgem a luta do povo Kaingangue.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s